quarta-feira, 3 de novembro de 2010

O bom filho à casa torna


Este titulo difine basicamente o que senti hoje ao regressar passado 1 ano e 4 meses, aos treinos especificos na Pista Municipal da Sobreda.Foi com certa nostalgia que voltei a pisar aquele tartan, recordando por instantes os muitos e grandes momentos que ali passei, e horas de muita dedicação e sofrimento que ali deixei ao longo de quase 12 anos (Novembro de 1997 a Julho de 2009).
Foi nesta pista que practicamente, desde do momento da sua inauguração, comecei a evoluir como atleta(ainda junior na altura), foram dias, semanas e meses a fio a batalhar naquele espaço em busca de resultados, que no inicio julgava inatingiveis e que acabaram por ser alcançados à medida que o trabalho ia sendo efectuado, fruto de muito empenho, espirito de sacrificio e uma motivação enorme de me querer superar a mim próprio, penso que terá sido sem duvida esse um dos grandes segredos para me manter nesta modalidade até aos dias de hoje.
Foi bom regressar...mas voltando a falar numa situação que neste blog ja tinha feito referencia em 2007(ver), entristece-me a forma como acesso à pista é feito a partir do momento em comecou a ser pago, nomeadamente por atletas federados, que como é obvio necessitam, basicamente de uma pista para treinar(so assim se conseguem obter melhores resultados).
Passo explicar, para se poder entrar com devido "beneficio de atleta federado"(é mais barato) temos, e nao tenho nada a opor, de provar que de facto o somos, ou seja tem ser apresentada uma declaração da Associação de Atletismo a que se pertence.No meu caso ja de à 5 anos a esta parte é a da Madeira.Problema é a forma como processo tem de ser feito, a cada inicio de época, em vez de ir normalmente recarregar e validar o meu cartão na secretaria do Complexo Municipal dos Desportos Cidade de Almada (a cerca de 3 km), tenho de apresentar ou mandar um faxe com a dita declaração ao responsável das Instalações da Pista Municipal(que so está la durante o dia), so depois, de ele dar autorização é que posso ir carrega-lo.Continuo sem perceber, porque é que o pagamento nao pode ser efectuado no local, evitando-se assim todos este transtorno, de um vai e vem!(Tipico da burocracia portuguesa)
Outra questão é os "pacotes" a que temos direito a quando do carregamento do cartão(pré-pago).Uma das situaçoes é até 12 sessões, ou entao é mensal sem limite sessões. O problema que aqui se coloca, é que se por exemplo por alguma razão, eu nao utilizar até 12 sessões durante o mês, esse saldo nao é transferido para o mês seguinte, e tenho de o ir carregar, se nao, nao me deixam entrar!É ridiculo nao é?
A outra situação que me deixa triste, é ver os miudos da formação do Rugby do Sport Lisboa e Benfica, a entrar sem se quer ter cartão!!!Ou seja como é? nao pagam?
Quer dizer eu se nao tenho cartão, ou por exemplo nao o tenho carregado nao me deixam entrar, alias chegam exigir apresentação do certificado médico(essa é outra), e os meninos do Rugby chegam e é a vontade do freguês!!!Ou é para todos ou nao é para ninguem!!!
É obvio que os miudos nao tem culpa, mas sim quem os autoriza a entrar, por isso é que aquilo para eles é um regabofe!Nao me venham com a desculpa" ah e tal é o Benfica que paga, eles podem entrar", mas o controlo é feito?Os miudos entram nao lhes pedem identificação nenhuma!!!
Mas esta é uma questão que irei brevemente colocar a quem de direito!
Foi por estas e outras questões que durante a epoca passada eu e o meu grupo de treino passamos a treinar (alguns gratuitamente) durante a semana na Pista Municipal do Seixal, o problema é que naquela pista, o tartan que é de outro tipo de material e posterior ao da pista de Almada!!!, está muito detriorado,tanto que nem sequer dá para calçar os sapatos de bicos, alias até mesmo de sapatilhas, o piso é muito duro, o que acaba por prejudicar o desempenho dos atletas e alem disso provocar lesões principalmente ao nivel da zona lombar, por causa dos impactos!
Alias propria Associação de Atletismo de Setúbal, está muito reticente em relação ao facto de la se continuarem a realizar provas de atletismo no futuro, pois aquilo está mesmo em muito mau estado de conservação!
Mas dadas estas circunstâncias, aliadas a proximidade da Pista Municipal da Sobreda. levaram a que eu e o meu grupo de treino regressassemos, aquela que eu durante muitos anos considerei a minha segunda casa!

5 comentários:

José Xavier disse...

Fico mesmo de boca aberta a todos estes teus comentários, sobre a burocracia própria de um país terceiro mundista, sem qualquer política desportiva e só de desporto para as elites futbolisticas, é muito triste.

Para te dar um pequeno exemplo, na cidade de Haia existem 3 clubes de atletismo, dos quais 3 têm pista de atletismo de tartan.
O acesso é para os membros do clube e de vêz em quando aparece algum intruso (poucos!) e usa sem qualquer problema.
A pista onde treino, todas as 3a feiras, é municipal e é onde está instalado o meu clube, que por sua vêz o meu clube tem uma "sucursal" numa cidade aqui ao lado 10 km, que têm outra pista municipal.
Ainda mais, essa pista onde eu treino,têm 10 anos e o seu piso foi renovado o ano passado.
E ainda mais, ela é utilizada pelos "atletas recreativos" e pelos atletas federados, e centenas de jovens, e de escolas das proximidades.

Tudo isto é bem diferente, hein!!, só para terminar, na cidade de Torres Vedras, querem fazer uma pista de tartan há 30 anos...e tudo está em projecto!!! Tá tudo dito não está.

Por isso o desporto é encarado de forma diferente.

Um abraço amigo.
do Xavier

Runnerboy79 disse...

A Holanda é de facto um realidade completamente diferente, e estamos a falar de Países que pertencem a Comunidade Europeia.So que Portugal a nivel de mentalidade e cultura desportiva continua 20 anos atrasado!So assim da para perceber as grandes diferenças que existem!Aqui se queremos fazer um pouco de pratica desportiva saudavel, num local adequado e seguro, fora da estradas mal iluminadas e cheias de carros temos que andar a "mendigar" e pagar para o fazer numa infraestrutura que foi paga com o dinheiro dos nossos impostos.É triste mas é esta realidade portuguesa.Obrigado pelo seu comentário Sr. Xavier.1 Abraço

Rodrigo Silva disse...

So para dizer que gostei de te ver na Sobreda. Quanto ao resto não tenho comentários pois sabes que partilho do que dizes.
Abraço
rgs

António Nascimento disse...

Ridículo!
Esta situação já foi por mim apresentada pessolmente ao Prof.Marco Luz do Nucleo de Desporto da CMA.
Mas não são eles que têm culpa somos todos nós que os elegemos para nos fazerem isto, Câmaras viradas para dentro que só olham para o próprio umbigo.
Quanto ao Benfica isso tem uma explicação, trata-se de um clube pobre à beira da insolvência,aliás à semelhança de todos os outros.
Quem resta para pagar?
O particular, o Zé Povinho.
Abraço

Runnerboy79 disse...

Pois é Nascimento, foi por estas e por outras q eu nas ultimas eleições nao votei neles, para mim na Câmara Municipal de Almada a um momento de viragem no concerne ao apoio que é da ao atletismo, que foi a partir do momento em q esse grande impulsionador do atletismo Almadense, o Sr. Mario Pinto Claro, abandonou as suas funçoes na CMA, a partir desse momento tal como eu previ na altura, praticamente acabaram o com Troféu de Atletismo Cidade Almada, no qual se iniciaram muitos grandes nomes da modalidade, e q foram uma das grandes razões para construção daquela infraestrutura.E a mim o q me continua a entristecer é ver uma modalidade(Rugby) que nada fez por ter aquele espaço e aos poucos o foi tomando como se fosse seu!Nao tenho nada contra o Rugby, é bom q os jovens cada vez mais se envolvam na actividade fisica.O ideal seria eles terem um espaço proprio.Tudo isto aconteceu com a conivência dos responsáveis da CMA.Tivemos muitos anos em que pista era à borla, e servia toda população que usufria daquele espaço, apenas bastava na altura existir outro tipo de controlo por parte dos funcionários da Câmara, para que nao existissem certos abusos que infelizmente sei que por la aconteceram.